Movimento islâmico da Somália detém homens com barba feita

Polícia alega defender o 'cumprimento das boas práticas religiosas'.
Jornal diz que detidos podem ter sido torturados.

EFE

A polícia religiosa do movimento islâmico Al Shabab deteve "dezenas" de homens da cidade somali de Kismayo que fizeram a barba, informou a imprensa local.

"Nossas unidades a cargo do cumprimento das boas práticas religiosas detiveram dezenas de moradores que fizeram a barba, algo proibido pelo Estado islâmico regional", disse o chefe da Polícia local, Abu Hureyra Abdurahman.

Tanto Kismayo, no sul do país, como grande parte da Somália encontram-se, atualmente, sob o controle dos milicianos do Al Shabab, que combatem o governo federal de transição.

Segundo o jornal eletrônico "Mareeg", o movimento islâmico ordenou, em dezembro, que todos os homens de Kismayo fizessem o bigode e deixassem a barba crescer.

Depois de detidos, o que aconteceu na quinta-feira, os homens que se barbearam teriam sido torturados pelos milicianos, destaca o "Mareeg".

"Eles ficarão três dias na prisão como castigo por terem violado a cultura islâmica e serão libertados depois deste período", disse o chefe da Polícia local.

Kismayo, que abriga o principal porto do sul da Somália, está sob controle do Al Shabab desde 2008.

Movimento islâmico da Somália detém homens com barba feita Movimento islâmico da Somália detém homens com barba feita Reviewed by Samuel Rodrigues on 09:50 Rating: 5
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.