Religioso egípcio condena "ringtones" com versículos do Alcorão

O uso de versículos do Alcorão e do chamado à oração em toques de telefones celulares é inadequado e viola a santidade da palavra de Deus, disse nesta quarta-feira a mais alta autoridade religiosa do Egito, o múfti Ali Gomaa.

Reuters

Versículos do Alcorão se tornaram um popular "ringtone" no Egito, com download anunciado em sites e canais de TV.

"Colocar o Sagrado Corão ou o chamado para a oração como ringtone de um telefone celular banaliza a santidade dos versículos, que são para a oração, invocação e recitação, e não para serem tirados do seu uso legítimo", disse Gomaa, segundo a agência estatal de notícias Mena.

Ao atender o celular, o usuário interrompe as sagradas palavras divinas, o que pode confundir seu significado e desviar o ouvinte do bom caminho, disse o múfti.

Ele acrescentou que os muçulmanos podem usar canções religiosas que sejam adequadas à duração do toque telefônico, mas que a santidade do Alcorão deve ser respeitada.

Os muçulmanos sunitas formam a ampla maioria da população egípcia, de 78 milhões de pessoas.
Religioso egípcio condena "ringtones" com versículos do Alcorão Religioso egípcio condena "ringtones" com versículos do Alcorão Reviewed by Samuel Rodrigues on 10:14 Rating: 5
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.