Preso estuprador que se intitulava "filho do Satanás"

Uma jovem de 17 anos foi libertada pela polícia depois de ficar 20 dias em poder de um rapaz que se autodenominava “filho de Satanás”. A garota, sequestrada em Colombo, foi encontrada por policiais da delegacia do Alto Maracanã na tarde de quarta-feira em Lages (SC).

Alexandre Alves, 22 anos, foi preso e, segundo a polícia, raptou a adolescente para realizar rituais satânicos, nos quais a jovem era estuprada. De acordo com o delegado Rafael Vianna, titular da delegacia do Alto Maracanã, Alexandre foi indiciado por estupro, sequestro e cárcere privado.

O delegado disse que a jovem estava em poder do “demônio” desde o dia 13 de fevereiro. Alexandre se aproximou da garota, que estava acompanhada de seu namorado, de 19 anos, no centro de Colombo.

“Ele estava desarmado e, como tem uma boa oratória, convenceu o casal a participar de um ritual satânico, no qual eles seriam oferecidos ao demônio”, contou. Os três foram até uma residência, onde Alexandre deu início ao tal ritual, no qual dizia incorporar o demônio. “Ele dizia que era o filho do Satanás e que tinha 300 anos”, contou o delegado.

Nesses rituais, a jovem teria sido estuprada. O namorado dela, segundo a polícia, conseguiu fugir dois dias depois. Em seguida, Alexandre sequestrou a garota, levando-a para Santa Catarina de carona. Segundo o delegado, Alexandre ficava perambulando com a garota por hotéis de Lages, mocós (onde ele a trancava), e até terrenos baldios.

Aviso

Antes de ser raptada, a adolescente conseguiu telefonar para a família e revelou o que estava acontecendo. Os familiares registraram boletim de ocorrência na delegacia e, desde então, a polícia manteve contato telefônico com o “demônio” a fim de localizar a garota.

Nas ligações, Alexandre chegava a pedir dinheiro para os pais da jovem. “Ele na verdade não pedia resgate, mas queria dinheiro para poder manter os rituais dele e seguir perambulando com a garota”, disse o delegado.

Através do trabalho do Setor de Inteligência da delegacia, a polícia conseguiu localizar os dois em Lages e cumpriu o mandado de prisão contra o “diabinho”. O “filho do Satanás” estava ao telefone tentando ligar para a família da jovem na rodoviária da cidade quando foi preso.

Como nenhum documento foi encontrado com o preso, o delegado explica que solicitou ao Instituto de Identificação a análise da impressão digital para saber qual a identidade verdadeira dele.

Isso porque, no início, ele se apresentava em Colombo como Elenilson dos Santos e, só quando foi preso, que deu o nome de Alexandre. A polícia aguarda o laudo do Instituto Médico Legal para confirmar se a jovem foi violentada sexualmente.

Versão

Ontem pela manhã, ao ser apresentado à imprensa, o “filho do Satanás” negou ter estuprado a moça. “Eu a vi pela primeira vez há dois anos numa escola, onde meus amigos estudam. Nós começamos a conversar”, alegou.

Natural de Santa Catarina, Alexandre diz que não é adepto ao demônio e, pelo contrário, é evangélico da Igreja Deus é Amor. Ele contou que é órfão e foi morar com a irmã depois que os pais morreram. O pai morreu quando ele tinha 7 anos e a mãe, quando tinha 15. “Como acabou o dinheiro da herança, ela me expulsou de casa e eu passei a morar na rua”, contou.

Fonte: Paraná Online
Preso estuprador que se intitulava "filho do Satanás" Preso estuprador que se intitulava "filho do Satanás" Reviewed by Samuel Rodrigues on 11:43 Rating: 5
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.