ad

►News

latest

União gay altera princípios da lei natural, diz Igreja Católica argentina

21 de abril de 2010

/ by Samuel Rodrigues

Informação é de documento anterior à discussão da questão no Congresso.
Para a Igreja, possível aprovação do casamento gay seria 'erro' do Estado.

AFP / G1

A Igreja Católica argentina considerou que os casamentos entre pessoas do mesmo sexo alteram "os princípios da lei natural", em um documento anterior a uma sessão do Congresso que pode liberar por lei os matrimônios gays.

A Assembleia de Bispos indicou em um documento que se a união entre pessoas do mesmo sexo for reconhecida "o Estado estará agindo de maneira errada e entrará em contradição com seus próprios deveres ao alterar princípios da lei natural e da ordem pública da sociedade argentina".

"A união de pessoas do mesmo sexo carece dos elementos biológicos e antropológicos do matrimônio e da família", assegura o documento divulgado uma semana antes do debate legislativo.

Uma comissão do Congresso aprovou que os deputados discutam possivelmente na próxima semana um projeto que impulsiona a reforma do Código Civil para mudar a expressão "marido e mulher" pelo termo "contraentes".

Caso seja aprovado, a Argentina será o primeiro país da América Latina a ter uma legislação que autoriza as uniões entre pessoas do mesmo sexo, enquanto a capital mexicana é a primeira cidade da região a ter aprovado os casamentos gay por lei da Câmara dos Vereadores.

Quatro casamentos entre pessoas do mesmo sexo, um deles entre lésbicas, foram celebrados na Argentina desde dezembro autorizados por diferentes juízes, em meio a uma batalha com outros magistrados que tentaram anulá-los.
Postar um comentário
Don't Miss
© 2008-2017 all rights reserved Gospel Channel Brasil
made with by templateszoo