ad

►News

latest

BOMBA: Pr Manoel Ferreira e Pr Samuel Ferreira mentiram ao negar que não conheciam o Reverendo Moon

26 de setembro de 2010

/ by Samuel Rodrigues

Uma bombástica notícia está causando perplexidade entre os evangélicos da Assembléia de Deus ministério de Madureira.

Gospel Channel RCSP

O Bispo Manoel Ferreira alegou que nunca participou de reuniões da igreja da unificação na Coréia do Sul e que também não conhecia o Reverendo Sun Myung Moon. O bispo mentiu, pois caiu na Web um vídeo em que ele estava presente em uma cerimônia.

A Igreja da Unificação é um novo movimento religioso fundado em Seul, Coréia do Sul em 1 de maio de 1954 por Sun Myung Moon, o Reverendo Moon. Em 1996, o nome oficial da igreja mudou para a Federação das Famílias para Unificação e Paz Mundial.

A teologia da Igreja da Unificação é baseada no livro Princípio Divino, ensina a existência de um só Deus, Criador do Universo, Pai e Mãe de toda a Humanidade, trabalhando par restaurar o ideal original antes da queda, na terra e no mundo espiritual, na salvação universal de todos os povos.


Deus através de Jesus escolheu o jovem Sun Myung Moon, no inicio do seculo 20, na Coréia, para realizar a missão da segunda vinda de Cristo, o Messias, Salvador da humanidade.

Em Fevereiro deste ano, o Pr Manoel esteve presente em três reuniões na igreja de Moon. Participou de uma reunião em que estava sendo relizada uma cerimônia mística entre casais, no qual ele abençou juntamente com vários outros líderes religiosos.

O Pr Manoel estaria (segundo informaram para o Gospel Channel internautas por todo o mundo) fazendo parte da minuciosa seita do anticristo.

Conheça a história de Moon

Sun Myung Moon nasceu na Coréia, em 1920, na província de Jung Ju, atual Coréia do Norte, numa família camponesa de cristãos presbiterianos. É o segundo filho de uma família tradicional coreana de 8 irmãos. Aos 10 anos de idade já se preocupava com o sofrimento e a tragédia da vida humana. Na manhã da Páscoa de 1936, enquanto orava numa montanha da Coréia, Sun Myung Moon, então com 16 anos, afirma ter tido um encontro espiritual com Jesus. Durante os 9 anos seguintes, inspirado supostamente por Jesus e por Deus, estudou e pesquisou a Bíblia e o mundo espiritual. Em 1945, atendendo a um suposto chamado de Deus, dirigiu-se à Coréia do Norte, já sob o comunismo ateu, onde começou a pregar a "nova mensagem de Deus" — o Princípio Divino, ou Completo Testamento —, apresentada como a terceira parte da mensagem bíblica.

Perseguições

Acusado de ensinar religião numa sociedade oficialmente ateísta, o Rev. Moon foi preso, torturado e, julgado morto (em coma), foi jogado num bosque numa noite fria de neve. Encontrado pelos seus primeiros seguidores, recuperou-se milagrosamente, voltando de imediato a pregar nas ruas da Coréia do Norte comunista. Novamente preso, foi condenado a 3 anos de trabalhos forçados na prisão de Hung Nam (um campo de extermínio onde religiosos e não-comunistas sobreviviam 6 meses, em média).

O Rev. Moon sobreviveu por quase 3 anos. No final da Guerra da Coréia, na manhã em que seria fuzilado (os comunistas não queriam deixar testemunhas) foi libertado pelas forças do General Douglas MacArthur, em 1953. Foi assim que, tendo sentido no espírito e no corpo a crueldade do comunismo ateu, o Rev. Moon passou a combater a ideologia ateísta do comunismo no mundo inteiro, criando e patrocinando organizações internacionais para difundir sua contraproposta teórica para o marxismo — o Deusismo.

Atraindo a atenção e a ira do comunismo, o Rev. Moon e o Movimento da Unificação tornaram-se vítimas de uma campanha de desinformação e difamação mundial planejada e patrocinada pelo comunismo ateu internacional, já instalado em 35 países e com forte influência na mídia mundial. A campanha surtiu efeito, e o Rev. Moon e o Movimento da Unificação foram “assassinados” socialmente pela mídia desinformada, ou a serviço do comunismo. O nome do Rev. Sun Myung Moon e da Igreja da Unificação causavam medo nas massas e nas autoridades desinformadas, inclusive religiosas. Subitamente, em 1988, depois de 70 anos no poder, 150 milhões de mortes (segundo a revista francesa Le Figaro) e 35 economias destruídas, o império comunista ruiu. E esse fato histórico provou que o Rev. Moon e o Movimento da Unificação estavam certos. Foi então que a história do unificacionismo começou a mudar.

O Rev. Moon e o Movimento da Unificação foram “assassinados” socialmente, mas não espiritual e moralmente.

Por isso, mesmo sob pesado ataque mundial, o Movimento da Unificação se expandiu e estabeleceu-se legalmente em 200 países dos 5 continentes, abrindo-se em um leque de projetos filantrópico-culturais em todas as áreas das atividades humanas, da religião à economia, da educação às ciências, das artes aos esportes, da política à defesa dos direitos humanos, da indústria pesqueira e agropecuária à ecologia e a saúde etc.

Hoje, livres da neblina da desinformação sistemática, o mundo e o Brasil começaram a enxergar a verdadeira face do Movimento da Unificação e do Rev. Sun Myung Moon; um homem e uma obra humanitária mundialmente respeitados por cientistas Nobel (tais como Eugene Wigner e John Eccles), por chefes de Estado (tais como Ronald Reagan, George Bush, Mikhail Gorbachev), autoridades como Stoyan Ganev, ex-Secretário Geral da ONU, por artistas como Oleg Vinogradov (do Ballet Kirov, russo), atletas como o Pelé, e por dezenas de autoridades religiosas, acadêmicas e políticas (tais como o ex-senador e ex-ministro Jarbas Passarinho, o embaixador Meira Penna, o Deputado Federal Nelson Marquezelli, entre outras autoridades em todo o mundo.

No senado americano

O Reverendo Moon É Declarado Messias em Cerimônia no Senado Americano! A Organização de Moon Está Promovendo uma Campanha Para Convencer os Líderes Cristãos a Remover a Cruz de suas Igrejas, Enterrá-la no Solo e Substituí-la Por uma Coroa

Homossexualidade

Em 1997, homossexuais criticaram defensores de Moon com base em comentários que ele fez em um discurso aos membros da igreja, na qual ele disse: "Qual é o significado de lésbicas e homossexuais para vocês? Quando esse tipo de relacionamento sujo está ocorrendo entre os seres humanos, Deus não pode ser feliz ", e refere-se aos gays como" comedores de cães e esterco. " Ele também disse em 2007 que "sexo livre e homossexualidade ambos são a loucura dos mais baixos da raça humana ", e que Deus detesta tal comportamento, enquanto Satanás elogia. (Tradução corrigida Gospel Channel)

E agora Pr Manoel? O que vais fazer?


Postar um comentário
Don't Miss
© 2008-2017 all rights reserved Gospel Channel Brasil
made with by templateszoo