Pastor americano afirma ter desistido definitivamente de queimar o Alcorão

Terry Jones fez a declaração em Nova York, que lembra o 11 de Setembro.
Seu plano de atear fogo ao livro sagrado do Islã gerou protestos mundiais.

O pastor Terry Jones disse neste sábado (11) em Nova York que sua igreja não vai mais queimar exemplares do Alcorão, mesmo se uma mesquita for construída no Marco Zero, palco dos ataques terroristas do 11 de Setembro.



"Nós definitivamente não vamos mais queimar o Alcorão", disse em entrevista ao programa "Today", da rede NBC. "Nem hoje, nem nunca."

Ele disse que o objetivo de sua igreja, que era revelar "que há um elemento do Islã que é muito perigoso e muito radical", foi cumprido.

Jones também afirmou que não tinha encontro marcado com o imã de Nova York, que está à frente do projeto da mesquita, mas ainda sim esperava vê-lo.

O reverendo, líder de uma pequena igreja evangélica do estado americano da Flórida, colocou-se no centro de uma polêmica mundial nos últimos dias ao ameaçar atear fogo a exemplares do livro sagrado do Islã no dia do nono aniversário dos ataques do 11 de Setembro nos EUA.

Jones já havia comunicado na quinta-feira sua decisão de suspender a queima de exemplares, após receber a promessa de revisão do local onde será construído um centro cultural islâmico e a mesquita.

Mas, na sexta, Jones deu sinais contraditórios sobre se iria levar adiante ou não o seu projeto.
Pastor americano afirma ter desistido definitivamente de queimar o Alcorão Pastor americano afirma ter desistido definitivamente de queimar o Alcorão Reviewed by Samuel Rodrigues on 10:54 Rating: 5
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.