ad

►News

latest

Teste de DNA inocenta homem que passou 30 anos na cadeia nos EUA

4 de janeiro de 2011

/ by Samuel Rodrigues

Cornelius Dupree Jr., 51, era acusado de estupro e homicídio no Texas. Exames que o inocentaram saíram 10 dias após sua liberdade condicional.

Um americano do Texas acusado de roubo e assassinato teve sua condenação cancelada nesta terça-feira (4) depois de ter passado 30 anos na cadeia. Ele foi inocentado após um teste de DNA.

Cornelius Dupree Jr., de 51 anos, foi considerado legalmente inocente do crime de assalto agravado, que o manteve preso de dezembro de 1979 até julho de 2010.

Ele cumpriu 30 dos 75 anos de sua sentença até conseguir liberdade condicional, em julho.

Cerca de dez dias depois de começar a condicional, os resultados dos testes de DNA provaram sua inocência.

"É uma alegria estar livre de novo", disse ele, após ouvir a decisão do tribunal, em Dallas.

Desde 2001, o Texas já libertou 41 pessoas que já cumpriam pena, mas tiveram sua inocência comprovada pelo DNA.

Mas nenhuma delas tinha ficado tanto tempo atrás das grades quanto Dupree.

Em todos os EUA, apenas outros dois prisioneiros passaram mais tempo presos que ele nesta situação.

Um deles foi James Bain, que ficou preso 35 anos na Flórida, e o outro foi Lawrence McKinney, que cumpriu pena de 31 anos no Tennessee.

Dupree havia sido condenado em 1979 por supostamente ter estuprado e roubado uma mulher de 26 anos. Em 1980, ele foi sentenciado a 75 anos de prisão pelo crime do assalto. Ele nunca foi julgado pela acusação de estupro.

O teste de DNA do caso de Dupree também inocentou Anthony Massingill, que já havia sido condenado por outro caso de estupro. Hoje, ele cumpre prisão perpétua, mas ainda afirma ser inocente. O exame de DNA do segundo caso está em andamento.
Postar um comentário
Don't Miss
© 2008-2017 all rights reserved Gospel Channel Brasil
made with by templateszoo