Vaticano pede silêncio a ex-bispo belga acusado de pedofilia

O Vaticano pediu a Roger Vangheluwe, ex-bispo de Bruges, para não conceder entrevistas e deixar a comunidade religiosa francesa de Loir-et-Cher, onde ele se refugiou após admitir ter abusado sexualmente de dois jovens, afirmaram fontes da Santa Sé.

Uma nota publicada no site da Igreja Católica da Bélgica também afirma que "o Vaticano, consciente da gravidade das revelações de Vangheluwe sobre seus atos de pedofilia, ainda não tomou uma decisão oficial sobre o futuro do ex-bispo".

O texto lembra que o porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, disse, no último dia 15 de abril, que o Vaticano "segue atentamente a situação, tendo consciência de sua gravidade, e reúne os elementos necessários para uma avaliação profunda".

Na semana passada, o ex-bispo chocou a Bélgica ao contar detalhes da relação que mantinha com dois sobrinhos seus, ao conceder uma entrevista a uma emissora de televisão.

Esta foi a primeira aparição pública de Vangheluwe desde o ano passado, quando ele admitiu que abusou de um de seus sobrinhos e, em seguida, renunciou ao seu cargo.

O segundo caso de pedofilia só veio à tona com a entrevista do religioso na semana passada.

O Vaticano havia ordenado que Vangheluwe passasse por um tratamento psicológico e espiritual.

O bispo estava recluso no mosteiro Ferté-Imbault, que fica no centro da França, em Loir-et-Cher, mas, no último sábado, a direção do local informou que o religiosos resolveu se mudar.

DA ANSA, EM BRUXELAS

Vaticano pede silêncio a ex-bispo belga acusado de pedofilia Vaticano pede silêncio a ex-bispo belga acusado de pedofilia Reviewed by Samuel Rodrigues on 19:12 Rating: 5
Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.