Responsive Ad Slot

Mostrando postagens com marcador IGREJA RENASCER. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador IGREJA RENASCER. Mostrar todas as postagens

Renascer deve pagar R$ 1 mi a irmãos que perderam mãe em desabamento

A Justiça de São Paulo decidiu que a igreja Renascer em Cristo terá que pagar R$ 1 milhão para três irmãos que perderam a mãe e a avó no desabamento de um templo na zona sul de São Paulo, em 2009. A igreja disse que vai recorrer da decisão. 



A mãe dos três irmãos, Maria Amélia de Almeida Megnis, e a avó, Acir Alves da Silva, aguardavam o início de um culto religioso quando ocorreu o desabamento do teto da igreja, em 18 de janeiro daquele ano. Ao todo, mais de cem pessoas ficaram feridas e nove morreram. 

Na decisão, o juíza Priscilla Buso Faccinetto aponta que "o desabamento poderia ter sido facilmente evitado, tendo ocorrido pela falta de manutenção do prédio". Ela destaca ainda que a Renascer "agiu de forma negligente, derivando daí sua responsabilidade pelo evento." 

Segundo o advogado Marcus Vinicius Moura, que representa os três irmãos, eles deverão receber, além dos R$ 1.071.000, por danos morais, mais R$ 609,92, por danos materiais, devido a gastos que a família teve em decorrência das mortes. Os valores deverão ser divididos igualmente entre os irmãos. 

O advogado que representa a igreja, Roberto Ribeiro Júnior, afirmou que "o acidente se deu em função de uma reforma em que as empresas contratadas, inclusive o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), não fizeram reforço da estrutura". Por conta disso, ele conclui, a responsabilidade seria delas. 

O defensor aponta ainda que a reforma teria ocorrido dez anos antes do acidente e que na época o instituto chegou a emitir um laudo confirmando que a estrutura estava reforçada. A reforma na ocasião teria ocorrido após a constatação de fungos na estrutura de madeira. 

Apesar disso, a juíza diz que "a ausência de avaliação técnica por um período superior a dez anos ensejaria medidas como a suspensão dos cultos religiosos até que a situação fosse regularizada e não simplesmente continuar utilizando o templo para reuniões, colocando em risco a integridade física dos fiéis."

Gospel Channel Brasil - Folha S. Paulo
gospelchannel@globomail.com

Igreja Renascer lançará versão própria da Bíblia em 2011

A Igreja Renascer já tem grande planos para 2011, um dos principais projetos são os lançamentos de versões próprias da Bíblia a serem comercializadas a partir do primeiro trimestre em parceria com a Sociedade Bíblica do Brasil.

A primeira versão a ser lançada será a “Bíblia da Mulher de Bem com a Vida” com instruções e pensamentos da Bispa Sônia Hernandes, fundadora da Igreja Renascer em Cristo. O lançamento previsto é para março durante um evento especial da denominação voltado para o público feminino.

A segunda versão é o projeto mais importante e aguardado. A Bíblia Apostólica será voltada a todo o público da Igreja Renascer e demais denominações que creem em apostolado nos tempos de hoje.

imagem meramente ilustrativa

Conterá de duas a três mil anotações criadas pelo Apóstolo Estevam Hernandes e equipe da igreja.

Segundo informações de membros da administração, foram cerca de cinco anos desenvolvendo os textos. Ainda não há data definida para o lançamento, mas as notas já estão prontas.

Segundo membros, a Igreja Renascer guarda também outras surpresas a serem lançadas em 2011.

G+

Igreja renascer chega a ter mais de 3 milhões em dívidas


A Folha Renascer fez um levantamento de todos os processos por falta de pagamento que estão tramitando na justiça da capital de São Paulo contra a Igreja Apostólica Renascer em Cristo. Só no Foro Regional Santo Amaro, 8 ações de despejo por falta de pagamento estão sendo julgadas.

Um dos processos mais graves ocorre no Foro de Santana. De acordo com a ação que tramita desde o ano de 2002 no valor de R$45.952,20(não corrigidos), o juiz José Luiz de Carvalho deu sentença favorável ao dono do imóvel e mesmo assim a igreja não efetuou o depósito. Por isso o juiz determinou a penhora dos bens da igreja:

“A presente ação foi distribuída em agosto de 2002. Sentença de mérito foi proferida e, até agora, não houve pagamento dos valores devidos. Todas as diligências para de bens para penhora foram infrutíferas” diz a sentença. Na ação o juiz deixa claro que a igreja não tem bens (não há nada de valor no nome da igreja Renascer), portanto, a dívida recairá contra Geraldo Tenuta, o bispo Gê, até então bispo da Renascer Santana: “No caso em pauta existem indícios de que a executada não tem patrimônio para garantir o pagamento dos débitos para com seus credores estando a ré ciente da existência desta execução. A personalidade jurídica da empresa executada está sendo óbice à satisfação de seus débitos e já foram esgotadas todas as possibilidades, pelo Juízo, de localização de bens penhoráveis. Em vista dos argumentos de fls. 167 e seguintes, determino a inclusão no polo passivo da ação GERALDO TENUTA FILHO, fls. 167, determinando, também, sua intimação para pagamento do débito, na forma do Artigo 475-J do CPC” determinou.

Veja abaixo as relações de acordo com o Portal de Serviços do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Foro Regional IX – Vila Prudente

0015310-73.2010.8.26.0009 Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 11/11/2010 – 4ª Vara Cível – Valor da causa: R$ 75.016,32

0011973-76.2010.8.26.0009 (009.10.011973-3) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica “Renascer Em Cristo”
Recebido em: 02/09/2010 – 4ª Vara Cível – Valor da Causa R$ 12.000,00

0006110-42.2010.8.26.0009 (009.10.006110-7) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 29/04/2010 – 2ª Vara Cível – Valor da Causa R$40.980,00

0004132-30.2010.8.26.0009 (009.10.004132-7) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 24/03/2010 – 1ª Vara Cível – Valor da Causa R$ 30.000,00
Foro de São José dos Campos

0049329-50.2010.8.26.0577 Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer em Cristo
Recebido em: 13/10/2010 – 5ª Vara Cível – Valor da causa R$ 87.729,60
Foro Regional I – Santana

0048899-80.2010.8.26.0001 Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 24/11/2010 – 5ª Vara Cível – Valor da Causa R$ 37.560,00

0046063-37.2010.8.26.0001 Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 04/11/2010 – 7ª Vara Cível – Valor da causa R$844.688,64

0047565-26.2001.8.26.0001 (001.01.047565-7) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGÉLICA APOSTÓLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 27/12/2001 – 6ª Vara Cível – Valor da causa R$ 30.000,00

0033748-55.2002.8.26.0001 (001.02.033748-6) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGÉLICA APOSTÓLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 13/08/2002 – 4ª Vara Cível – Valor da causa R$ 45.952,20

0033464-81.2001.8.26.0001 (001.01.033464-6) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 30/08/2001 – 4ª Vara Cível – Valor da causa R$ 296.503,44

Foro Regional II – Santo Amaro

0078871-92.2010.8.26.0002 Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 10/12/2010 – 7ª Vara Cível- Valor da causa R$ 120.000,00

0075810-29.2010.8.26.0002 Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 29/11/2010 – 8ª Vara Cível – Valor da causa R$66.427,56

0062066-64.2010.8.26.0002 (002.10.062066-5) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 30/09/2010 – 8ª Vara Cível – Valor da causa R$72.000,00

0147561-81.2007.8.26.0002 (002.07.147561-0) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGELICA APOSTOLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 24/08/2007 – 2ª Vara Cível – Valor da causa R$54.000,00

0166193-92.2006.8.26.0002 (002.06.166193-8) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA CRISTÃ APOSTÓLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 29/09/2006 – 6ª Vara Cível – Valor da causa R$52.355,16

0010487-87.2004.8.26.0002 (002.04.010487-9) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 08/03/2004 – 2ª Vara Cível – Valor da causa R$40.795,20

0004509-03.2002.8.26.0002 (002.02.004509-5) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGÉLICA APOSTÓLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 04/02/2002 – 7ª Vara Cível – Valor da causa R$60.000,00

0001565-28.2002.8.26.0002 (002.02.001565-0) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGÉLICA APOSTÓLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 15/01/2002 – 7ª Vara Cível – Valor da causa R$17.920,00

Foro Regional III – Jabaquara

0010922-48.2010.8.26.0003 (003.10.010922-8) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 26/04/2010 – 5ª Vara Cível – Valor da causa R$54.000,00

0020628-31.2005.8.26.0003 (003.05.020628-4) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 22/08/2005 – 3ª Vara Cível – Valor da causa R$37.959,84
Foro Regional V – São Miguel Paulista

0036123-36.2010.8.26.0005 Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 15/12/2010 – 1ª Vara Cível – Valor da causa R$84.000,00

0010946-70.2010.8.26.0005 (005.10.010946-7) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 14/04/2010 – 3ª Vara Cível – Valor da causa R$28.339,20

0018075-10.2002.8.26.0005 (005.02.018075-0) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: IGREJA EVANGÉLICA APÓSTOLICA RENASCER EM CRISTO
Recebido em: 17/07/2002 – 3ª Vara Cível – Valor da causa R$46.394,76
Foro Regional VII – Itaquera

0017627-50.2010.8.26.0007 (007.10.017627-1) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Inadimplemento
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 19/05/2010 – 1ª Vara Cível – Valor da causa R$31.829,33

0024781-03.2002.8.26.0007 (007.02.024781-4) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 26/09/2002 – 2ª Vara Cível – Valor da causa R$50.952,00

0013624-33.2002.8.26.0007 (007.02.013624-9) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 03/06/2002 – 3ª Vara Cível – Valor da causa R$ 124.339,80

0008511-98.2002.8.26.0007 (007.02.008511-3) Despejo por Falta de Pagamento / Locação de Imóvel
Reqdo: Igreja Evangélica Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 09/04/2002 – 1ª Vara Cível – Valor da causa R$67.253,88

Foro Regional XI – Pinheiros

0012491-60.2010.8.26.0011 (011.10.012491-8) Despejo por Falta de Pagamento Cumulado Com Cobrança / Inadimplemento
Reqdo: Igreja Cristã Apostólica Renascer Em Cristo
Recebido em: 09/06/2010 – 4ª Vara Cível – Valor da causa R$71.056,80
Existe ação de despejo no Ipiranga valor da causa R$90.316,80 distribuído em 11/08/2010 2ª Vara Cível – Foro Regional X – Ipiranga Processo: 0008944-15.2010.8.26.0010. Em Tatuapé valor da causa R$ 173.327,88 Distribuido em 01/12/2010 3ª Vara Cível – Foro Regional VIII – Tatuapé Processo: 0023477-82.2010.8.26.0008 . E na Penha de França Valor da causa R$42.000,00 distribuído em 07/10/2010 1ª Vara Cível – Foro Regional VI – Penha de França Processo: 0019469-68.2010.8.26.0006
Outros processos tramitam na justiça, é o caso de São Bernardo do Campo, a prefeitura da cidade ajuízou 11 ações de execução fiscal.

A Folha Renascer entrou em contato com o Ministério de Comunicação Renascer para comentar os processos, mas não houve retorno. O site se compromete a divulgar qualquer resposta da igreja sobre o assunto.

* Ao final da ação os valores sofrerão reajustes.

Fonte: Folha Renascer

Kaká vai ser pai de novo e pode se converter ao catolicismo


O jogador evangélico Kaká confirmou pelo twitter que vai ser pai de novo. Sogra do jogador quer levar o casal para o catolicismo após rompimento com a Igreja Renascer.

Pai do garoto Luca, de 2 anos, o meia atacante Kaká, do Real Madrid, anunciou nesta quarta-feira por meio de seu perfil na rede de microblogs Twitter que sua esposa, Caroline Celico, está grávida novamente. E, agora, de uma menina.

“É com grande alegria que confirmo que minha linda esposa @cacelico está grávida do nosso segundo filho. Agora é uma menina!”, escreveu o jogador, cujo perfil é @realkaka. O anúncio oficial foi feito também em inglês.

O jogador do Real Madrid, que está em fase final de recuperação antes de voltar aos gramados com a camisa merengue (ele foi submetido a uma cirurgia no joelho em agosto e está há quatro meses sem jogar), também escreveu no Twitter que o nome da filhinha ainda não está definido. “Estamos escolhendo ainda”, tuitou.

Esta semana, o casal também já havia virado notícia por conta do rompimento com a Igreja Renascer, segundo publicou a revista "Veja".

De acordo com a publicação, eles se afastaram no último mês de agosto. "O meu tempo na Igreja Renascer acabou. E o que posso afirmar é que hoje minha busca constante é somente por Deus", disse Carol à revista.

Sobre os motivos, ela preferiu não se pronunciar: "Não vou fazer nenhum comentário. Cada um tem o seu ponto de vista sobre inúmeros assuntos".

A própria igreja confirmou que, na quinta-feira, o jogador telefonou para Hernandes e comunicou que saía "por motivos pessoais", acrescenta a "Veja".

Catolicismo

Depois da esposa de Kaká, Caroline Celino, anunciar que o casal havia se afastado da igreja Renascer em Cristo, a sogra do jogador parece estar disposta a levá-los para uma nova religião.

De acordo com o jornal 'Diário de São Paulo', Rosangela Lyra estaria tentando convencer o casal a se converter ao catolicismo.

Kaká e Caroline sempre foram bastante ligados a religião e, principalmente, à igreja Renascer. O casamento da dupla, em 2005, foi feito no templo da igreja, em São Paulo.

Fonte: Folha Online e ESPN

Kaká pode deixar igreja Renascer em Cristo


Dentro da Renascer em Cristo, são fortes os comentários de que Kaká está deixando a instituição. O jogador estaria descontente com a administração da igreja.

Segundo a coluna apurou, há dois meses, uma parte do teto da sede da Renascer na Mooca (zona leste) teria caído sem deixar feridos. Kaká teria consultado um perito e constatado a negligência.

Em janeiro de 2009, o teto de um templo no Cambuci (zona sul) também desabou, deixando nove mortos e 106 feridos. A assessoria da Renascer negou o novo desabamento e disse que o templo da Mooca passa apenas por reformas.

A assessoria de Kaká afirmou não ter autorização para tratar dos assuntos religiosos do jogador.

Igreja Renascer é acusada de desvio de dinheiro


Fundação ligada à Igreja Renascer é acusada de desviar R$ 2 milhões que deveriam ter sido usados em programa de alfabetização de adultos.

A Igreja Apostólica Renascer em Cristo está entre as instituições religiosas que mais crescem no país. Fundada na sala da casa de Sônia e Estevam Hernandes, bispa e apóstolo da igreja, tornou-se em 24 anos um conglomerado de mais de 800 templos (espalhados pelo Brasil, por países da América Latina e Estados Unidos), escola, gravadora e emissoras de rádio e TV.

Os eventos promovidos pela igreja reúnem milhares de pessoas. Mas, assim como os fiéis, proliferam na Justiça as ações contra a Renascer e seus dirigentes. A última delas vem do Ministério Público Federal (MPF), que acusa a Fundação Renascer, uma entidade assistencial ligada à igreja, de desviar R$ 1.923.173,95 recebidos do governo federal graças a dois convênios celebrados com a Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação.

Os acordos foram assinados em 2003 e 2004 e previam a alfabetização de 23 mil jovens e adultos e a formação de 620 professores. As dúvidas começaram em 2007, quando auditores da FNDE e da Controladoria-Geral da União (CGU)investigaram a aplicação dos repasses das verbas do Ministério da Educação para ONGs integrantes do programa Brasil Alfabetizado. Ao ser submetida à auditoria, a Fundação Renascer, para justificar gastos, apresentou uma lista de nomes de professores e alunos que teriam participado do programa de alfabetização. A lista não continha, porém, nenhum número de documento, como CPF, que comprovasse a existência das pessoas mencionadas. Foi rejeitada pela auditoria.

O caso foi então remetido para o Ministério Público Federal em São Paulo. A Fundação Renascer enviou ao MPF um cronograma de aulas de educação religiosa – recheado de erros de português – para tentar atestar a existência do curso. O roteiro incluía temas como “conhecer a Bíblia”, “a importância da fé e da fidelidade como filhos de Deus” e “a história de Neemias”. Indicou também testemunhas, que foram ouvidas pelo Ministério Público. Somente duas conseguiram comprovar que houve um curso de alfabetização e mesmo assim para apenas 300 alunos, muito longe dos 23 mil estabelecidos pelos convênios assinados com a FNDE. Outras testemunhas disseram ainda que o dinheiro do convênio depositado na conta da Fundação Renascer era sacado em espécie por pessoas não identificadas. Na ação, o procurador Sérgio Suiama pede que os responsáveis pela Fundação Renascer sejam condenados a devolver à FNDE os R$ 2 milhões relativos ao convênio, percam os direitos políticos por cinco anos e não possam mais assinar contratos com a União.

“Eles não conseguiram comprovar que o dinheiro da FNDE realmente foi usado para alfabetizar adultos. Mesmo que uma pequena parte tenha frequentado aulas de religião, isso é irregular”, diz Suiama. Segundo Suiama, os temas das aulas mostram que a Renascer pode ter usado verba pública para difundir as crenças da igreja. “O cronograma das aulas de religião complica ainda mais a situação, pois o dinheiro do convênio nunca poderia ter sido usado para promover proselitismo religioso. A Constituição determina que o Brasil é um estado laico, não pode patrocinar nenhuma prática religiosa”, diz Suiama.O principal alvo da ação do Ministério Público é o deputado estadual bispo José Bruno (DEM-SP), na foto ao lado, que era vice-presidente da Fundação Renascer e assinou os convênios com a FNDE em 2003 e 2004.

Hoje fora da Renascer para montar sua própria igreja, o deputado José Bruno diz que jamais trabalhou no programa de alfabetização da fundação e só assinou os convênios porque os verdadeiros responsáveis, a bispa Sônia (presidente da fundação) e o apóstolo Estevam Hernandes, estavam ausentes. “Eu assinei os convênios porque Estevam e Sônia estavam fora do país”, diz ele. “Eu nunca toquei esse projeto e isso consta inclusive no depoimento de uma testemunha que diz que nunca tratou de assuntos desse programa comigo.” Segundo a CGU, Bruno teria atrapalhado o trabalho dos fiscais que foram verificar o destino do dinheiro dos convênios e evitou fornecer documentos à auditoria.

A Renascer, em nota, refutou “qualquer acusação de malversação de verbas públicas” e disse ter havido “apenas entendimentos errôneos da FNDE com relação a valores”. Disse que alfabetizou mais de 15 mil pessoas e anexou fotos com cenas de salas que supostamente seriam a prova da realização do programa de alfabetização. Quanto ao ensino religioso, afirmou que as cartilhas baseadas em assuntos da Bíblia “trouxeram resultados que superaram outras técnicas”. Disse ainda que as dúvidas levantadas sobre o trabalho da fundação vêm de “denúncias desleais, acusações sem provas” feitas por “pessoas sob suspeição absoluta” que teriam “claros interesses próprios em prejudicar a igreja”.

A bispa Sônia e o apóstolo Estevam foram presos em 2007 ao tentar entrar nos Estados Unidos com US$ 56 mil escondidos em uma Bíblia e um porta-CDs – eles haviam declarado ao Fisco americano que entrariam com apenas US$ 10 mil. Em dezembro do ano passado, eles foram condenados pela Justiça Federal a quatro anos de prisão e multa de R$ 150 mil cada um por evasão de divisas. Apresentaram recurso contra a condenação.

Fonte: Revista Época

Bispa Sônia participa do Programa Raul Gil no SBT

Convidada pela produção do “Programa Raul Gil”, a Bispa Sonia Hernandes participou neste sábado, dia 3 de julho, do quadro “Para quem você tira o Chapéu”. O programa, que foi gravado na quinta-feira, dia 24/06, foi o segundo após a volta de Raul Gil ao SBT.

No programa, a bispa Sonia tirou o chapéu para o jogador de futebol Kaká, para a Marcha para Jesus, para o pastor e cantor André Valadão e para o cantor Régis Danese. “É uma das pessoas mais notáveis que está nesta terra, uma pessoa de muita integridade, disciplinada, que não muda suas convicções”, disse a bispa sobre o jogador Kaká.

Durante o quadro, foi exibido um vídeo contando a história da Igreja Renascer em Cristo e também dos líderes da Igreja Renascer, apóstolo Estevam Hernandes e bispa Sonia Hernandes. Após o vídeo, Raul Gil perguntou sobre a nova Sede da Igreja Renascer e a bispa respondeu que, muito em breve, será possível dar início à reconstrução da nova Sede.
Entre os temas e pessoas que a bispa não tirou o chapéu estava a violência familiar. “Existem muitos tipos de violência, mas quero falar da violência contra a mulher. Não existe nunca um motivo para uma mulher ser agredida, apanhar, ser espancada e explorada... É por isso que precisamos ter casas, abrigos que protejam a mulher e seus filhos de gente louca e assassina”, disse a bispa Sonia, completando: “Para você, mulher, que vive este conflito, Jesus é uma porta aberta!”.
Sobre a maconha, outro tópico que não mereceu o chapéu tirado, a bispa disse que “nunca vai tirar o chapéu para algo que destrói”. E continuou: “Estou lutando pela vida, não posso tirar o chapéu para quem quer se matar”. A bispa Sonia também não tirou o chapéu para o aborto. “O Salmo 139 diz que o Senhor nos conhece desde que éramos massa informe. A vida pertence ao Senhor, ninguém tem o direito de tirar a vida de ninguém”, disse ela.
Entre os depoimentos, participaram o Pr Evandro, o cantor Davi Sacer e o arquiteto José Lucena. Além de tirar o chapéu, a bispa Sonia participou de dois musicais junto com o Renascer Praise, grupo de louvor que é considerado um dos maiores da América Latina. Eles cantaram louvores que estão no novo Cd do grupo, o Renascer Praise 16, com lançamento previsto para fim de julho.

Fotos: Lucelia Jesus
Fonte: Comunicação Renascer

Caroline Celico, mulher de Kaká, diz em entrevista que vai gravar CD com Cláudia Leitte


Caroline Celico começou a namorar o jogador Kaká, atacante da Seleção Brasileira de Futebol, quando tinha 16 anos. Casaram-se quando a garota, filha da socialite Rosângela Lyra – diretora-geral da marca Dior, no Brasil –, tinha apenas 18 anos.

Foi mãe aos 20 e, no ano passado, em mais uma prova de sua precocidade, foi consagrada pastora da Igreja Renascer em Cristo, denominação evangélica liderada por Estevam Hernandes e sua mulher, Sônia Hernandes, casal que já foi preso e investigado por lavagem de dinheiro e sonegação fiscal, entre outros crimes. Estava na época com 21 anos.

Em Madri, onde vive com o marido há sete meses, Caroline divide-se entre os cuidados com o filho, Luca, de 1 ano e 9 meses, e o trabalho de pastora. Todos os domingos, ela lê a Bíblia para um grupo de fiéis, composto de brasileiros e estrangeiros.

Apesar de casada com uma celebridade, Caroline procura manter-se longe dos holofotes e só aceitou dar esta entrevista, por e-mail, após quase oito meses de conversa via internet. “Ainda me sinto tímida quando o assunto é imprensa”, justifica ela. Confira abaixo entrevista concedida a revista Quem:

QUEM: Como foi que você se tornou evangélica?

CAROLINE CELICO: Eu me convidei para ir à igreja com o Kaká (quando começaram a namorar, em 2002), porque ele nunca tinha me convidado nem falado sobre o assunto. Quando comecei a ouvir o que estava sendo falado, gostei muito. Logo quis aprender mais e entrei em cursos bíblicos, teológicos e me aprofundei, por seis anos.

Como foi a preparação para ser pastora?

Fazia reuniões com amigas na casa da minha mãe e trabalhava uma semana por mês na igreja em São Paulo. Em 2009, através de provas teóricas e práticas, fui consagrada pastora. Não existe idade certa, pastor é aquele que conduz as ovelhas.

Sua mãe é católica praticante. Ela se aborreceu quando você virou evangélica, não?

Minha mãe não tem nada contra o que faço e o amor que tenho por Deus. Somos mãe e filha e somos cristãs. Isso é que nos une. Ela é de uma igreja e eu sou de outra, mas isso não nos aborrece. Nós nos respeitamos.

A bispa Sônia Hernandes declarou que você desempenhará papel importante na Espanha. Você cuidará de uma nova sede da igreja?

Não importa o local específico, mas, sim, o coração das pessoas que buscam mais de Deus. Por onde for, vou levar a verdade e os segredos da Bíblia. Eu amo ensinar o que tenho aprendido com Deus. Em Madri, reúno pessoas que desejam aprender sobre a Bíblia aos domingos. Tanto brasileiros como espanhóis e estrangeiros.

Está gravando um CD de músicas gospel?

Estou gravando um CD, um projeto que nasceu no meu coração. Mas não posso limitar como gospel, pois são músicas que marcaram minha vida. Chamei a Claudinha (Leitte) porque ela ama a Deus e também porque é uma amiga minha querida que admiro.

Como é sua rotina fora do Brasil, com o Kaká tendo que viajar bastante?

Kaká viaja quase todas as semanas. Eu procuro fazer minhas coisas, adiantar trabalhos para que, quando ele chegue, eu tenha tempo de sobra para dedicar a ele. Acompanho todos os jogos que são em Madri, mas, os que ocorrem fora da cidade, só vou se é uma semifinal ou final ou algum muito importante.

São muito assediados em Madri?

Tenho minha vida normal. Procuro fazer tudo que preciso dentro da nossa rotina e também sair dela de vez em quando, com programas prazerosos em família. O Luca ainda não vai à escola, mas participa de aulas de uma hora, em que ele tem contato com outras crianças. E ir ao mercado é uma coisa que sempre gostei de fazer.

O que a maternidade mudou em sua vida?

A maternidade me deixou mais amorosa. Comecei a entender melhor as pessoas, o que elas já passaram e a me colocar na posição de cada um. Filhos são o que temos de mais precioso. Quero ter mais filhos, mas não agora.

Sente ciúme do Kaká?

Não. Há oito anos eu era ciumenta, mas era coisa de menina. Desde que nos conhecemos, ele sempre me deixou muito tranquila, sempre me respeitou e me fez ter confiança através do seu amor.

Fonte: Revista Quem online

Confira como é uma “Noite do Poder” da Igreja Renascer


Denominada Noite de Poder que aconteceu em todas regionais das igrejas Renascer em Cristo foi marcada por uma grande concentração de fiéis.

O Espaço Renascer, de onde é transmitido todo o culto ministrado pelo Apóstolo Estevam Hernandes e pela Bispa Sonia, estava completamente tomado de pessoas.

Quem quer sentar em uma das duas mil cadeiras disponíveis no Espaço Renascer precisa chegar cedo.

O culto é considerado especial, por membros e oficiais, por acontecerem muitos milagres. Além do culto, a continuidade da campanha de jejum das 12 Chaves de Autoridade tem contribuído para a grande presença de pessoas nas regionais e igrejas Renascer em Cristo que, ao longo da campanha, iniciada em 16/01, tem feito crescer de forma espantosa o afluxo de pessoas às reuniões.

Na Noite de Poder o tema do 9° dia da campanha foi “Vencer toda Paralisia”, baseado na Bíblia no livro de Atos dos Apóstolos 3.6-8. Antes da ministração, o grupo Renascer Praise dirigiu o louvor e a adoração; na sequência, dezenas de testemunhos foram lidos.

As palavras ministradas na noite dessa quarta-feira pelo Apóstolo Estevam tiveram como objetivo abençoar as diversas áreas da vida das pessoas, como financeira, profissional, familiar, sentimental e ministerial.

Ao ensinar sobre prosperidade, o líder da igreja Renascer em Cristo falou sobre a oferta de Calebe, que pela sua perseverança alcançou a vitória e afirmou que através dessa oferta “os posseiros vão sair dos caminhos dos servos de Deus e as fontes inesgotáveis estarão sobre a igreja”.

Também baseado no texto bíblico de João 5 que relata a cura de um paralítico no Tanque de Betesda, o apóstolo falou dos cinco degraus que a igreja precisa subir para que toda paralisia saia da vida profissional, sentimental, ministerial e familiar. O primeiro degrau é o da Fé. “Sem fé é impossível agradar a Deus”, ensinou. O segundo degrau é a perseverança. Citou o livro de Hebreus 10.35-36.

O terceiro degrau é o da humilhação. O quarto é do amor. “Devemos nos encher deste amor”, enfatizou. O quinto e último degrau é o do poder que está baseado em Atos 1-8. “Não o poder humano, mas o poder sobrenatural do Espírito Santo de Deus”, explicou.

Orações e Milagres

Depois da ministração, o apóstolo chamou à frente aqueles que ainda não conheciam a Jesus. Os degraus do altar se encheram de vidas, muitos que haviam se afastado voltaram para os caminhos do Senhor.

Em seguida, o apóstolo pediu que todos aqueles que estavam enfermos fossem à frente para receber oração e unção com óleo das mãos dos bispos e pastores. Muitos levaram peças de roupas, fotos e documentos.

Dentre dezenas de testemunhos, um dos que emocionou a todos foi o de uma criança que era paralítica.

A mãe Maria Vilma, de 39 anos, que freqüenta a igreja Renascer Anchieta contou que teve um sério problema durante a gravidez e seu filho Tárcio, que nasceu de 6 meses, recebeu o diagnóstico de que nunca iria andar.

Por conta da dificuldade de transporte da cadeira de rodas, ela nunca havia ido à Sede da Renascer em Cristo, localizada na Av. Lins de Vasconcelos, 1108, e nem no Espaço Renascer, na Mooca. Mas, aceitou o convite de uma irmã da igreja para participar da Noite de Poder desta quarta-feira e levou o menino.

Após a oração do apóstolo, Tárcio, que hoje tem 8 anos, levantou da cadeira de rodas e andou. Ele nunca havia ficado em pé! Muitos aplaudiram, choraram e agradeceram a Deus pelo maravilhoso milagre. Segundo Maria Vilma, um dos sonhos do menino era que o Apóstolo Estevam tocasse nele. O apóstolo o pegou no colo e o beijou. Tárcio sorria e chorava ao mesmo tempo.

A Noite de Poder acontece todas as quartas-feiras, em todas as igrejas Renascer em Cristo, às 19h30. Mais informações podem ser conseguidas pelo telefone 0300 210- 1212, válido para todo o Brasil.

Fonte: Notícias Renascer

Vítimas de desabamento da Renascer aguardam indenização há um ano

Ao menos 12 vítimas do desabamento da igreja Renascer, ocorrido há exato um ano, estão com processos em andamento do Tribunal de Justiça de São Paulo para conseguir indenização após a tragédia que matou nove pessoas e deixou mais de cem pessoas feridas.

De acordo com o advogado Ademar Gomes, representante das vitimas, os processos foram a única forma encontrada pelas pessoas que tiveram ferimentos ou perderam parentes na tragédia, uma vez que nenhum acordo foi estabelecido com a igreja. "Sem conciliação, as vitimas não tiveram outro caminho", afirmou o advogado.

Entre as pessoas que aguardam indenização estão parentes de vítimas, que entraram com os pedidos separadamente. Ainda de acordo com o advogado, os valores de indenização pedidos variam de R$ 5.000 a R$ 500 mil, de acordo com o dano sofrido no desabamento da igreja.

Procurada pela Folha Online, a assessoria da Renascer afirmou, por meio de nota, que "todos os temas relacionados ao acidente encontram-se na Justiça, o que impede que as partes teçam quaisquer comentários ou declarações, por menores que sejam". A assessoria da igreja não informou se alguma indenização já foi paga desde o acidente, ocorrido em 18 de janeiro do ano passado.

Além das pessoas que tiveram ferimentos e perderam parentes no desabamento, outras famílias, que moram ao lado de onde ficava o tempo, na região do Cambuci, no centro de São Paulo, também reclamam que não receberam ressarcimento dos danos causados em suas residências.

Esse é o caso de Norma Cristina Ribeiro, 53, que afirma ter reformado a casa da mãe com a ajuda dos irmãos. "A queda da igreja provocou danos no telhado, na edícula e no encanamento da casa da minha mãe. Precisamos ficar cerca de 30 dias fora de casa e quando retornamos tivemos que fazer nós mesmos os reparos", afirmou Norma, que vive com a mãe de 81 anos, em uma casa aos fundos do templo.

Outro morador, que pediu para não ter o nome divulgado, afirmou que recebeu uma proposta para que uma construtora, contratada pela Renascer, consertasse os danos em sua casa, mas destaca que após pesquisa, desconfiou da empresa e, por isso, não autorizou a reforma.
Ao todo, oito residências vizinhas à igreja foram interditadas após o desabamento. De acordo com Ana Cláudia Cavalcante, integrante da associação de moradores do bairro e moradora de uma vila localizada ao lado do templo, ao menos cinco casas tiveram danos devido ao desabamento, enquanto as outras foram interditadas por precaução.

Em nota, a assessoria da igreja afirmou que "todas as obras foram efetivadas onde houve consentimento." A Renascer ainda acrescenta que "infelizmente, alguns moradores preferem se opor à solução definitiva, amplamente acordada, e continuar buscando os holofotes da mídia."

Bispos da Renascer celebram casamento de Digão, irmão de Kaká, em SP

A Bispa Sonia, coberta de joias, e seu marido Hernandes, reluzindo em ouro, celebraram o casamento de Digão e Rebeca, na noite de sábado (26), na Casa Fasano, em São Paulo. Kaká e Bruno Gagliasso, com suas respectivas mulheres, foram os padrinhos.


Convidados contam que a festa parecia coisa do outro mundo, de tanto luxo. Dos candelabros às toalhas rendadas, das flores aos arranjos, do variadíssimo menu ao leque de bebidas importadas. Com direito a DJ e café da manhã completo de madrugada.

Gente mais indiscreta diz que a festa, para cerca de 500 convidados, foi mais um presente de Kaká ao irmão, mas ninguém da parte do jogador retornou a ligação para comentar. A única certeza é que ali se gastou uma pequena fortuna.

O vestido da noiva, impecável, assinado por Giorgio Armani e feito com exclusividade e sob medida para Rebeca, era deslumbrante. A mulherada ficou nervosa. O número de seguranças era assustador. Até para entrar no estacionamento o controle era severo. Aos noivos, felicidades.


Fonte: Terra


Médicos erram e filho do casal líder da Igreja Renascer volta para a UTI

O Bispo Tid, filho de Sônia e Estevam Hernandes, havia saído da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no dia 17/10 e ido para a Unidade Semi-Intensiva (USI) do hospital Albert Einstein, sem o cateter e dreno.


Depois de quase 3 meses na Unidade Semi Intensiva, Bispo Tid Hernandes voltou na quarta feira (16/12) para a UTI depois de ter sido mudado de forma errada a alimentação.


Segundo o hospital, Bispo Tid, como é conhecido, trata de complicações neurológicas de origem metabólica e gastrointestinais – devido à cirurgia corretiva do aparelho digestivo.

Fonte: Portal Renascer

Justiça Federal de SP condena casal Hernandes


Fundadores da Renascer prestarão serviços a entidades filantrópicas. Crime é de evasão de divisas e cabe recurso em liberdade.

G1

O juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, condenou o casal Sônia e Estevam Hernandes, fundadores da Igreja Renascer, a quatro anos de reclusão por crime de evasão de divisas. No entanto, o magistrado substituiu a prisão dos réus pela pena de prestação de serviços a entidades filantrópicas. Os dois podem recorrer em liberdade.

Proferida na terça-feira (1º), a sentença de De Sanctis foi divulgada na tarde desta quarta (2).

Em janeiro de 2007, Sonia e Hernandes tentaram entrar nos Estados Unidos com US$ 56 mil não declarados. De acordo com a denúncia do Ministério Público Federal, o dinheiro estava escondido em malas, porta-CD e até uma Bíblia.

A assessoria de imprensa do casal informou, em nota enviada aos jornalistas, que a defesa vai recorrer da sentença. Segundo a assessoria, o advogado do casal, Luiz Flávio Borges D’ Urso, classificou a sentença como “absurda” e já prepara recurso contra a decisão.

Além da prestação de serviços, De Sanctis determinou que os réus paguem 164 dias-multa, tendo cada dia-multa o valor de cinco salários mínimos. Sônia e Estevam também estão proibidos de frequentar determinados lugares pelo tempo da pena aplicada (é a chamada interdição temporária de direitos), como: lojas de luxo, casas de jogos, lotéricas, cassinos e leilão de bens (exceção dos beneficentes).

Diz ainda a sentença do juiz que os dois não podem ir a “países a não ser onde existam templos religiosos próprios e mediante autorização judicial”. No início do processo, o casal havia sido denunciado também pelo crime de falsidade ideológica, mas o próprio Ministério Público Federal retirou essa acusação, mantendo a de evasão de divisas.

Na sentença, o juiz afirma ainda que se forem revogadas as chamadas medidas restritivas de direito (a prestação de serviço a entidades filantrópicas e a interdição temporária de direitos), o casal deve cumprir pena em regime semi-aberto.

Prisão no exterior

Por terem sido pegos no Aeroporto de Miami com os US$ 56 mil escondidos, Sônia e Hernandes tiveram de cumprir pena nos Estados Unidos antes de poder voltar ao Brasil, o que aconteceu no início do mês de agosto.

Após serem presos e julgados, eles foram condenados pelo juiz Federico Moreno do Tribunal Federal do Sul da Flórida a cumprir pena intercalada. No dia 20 de agosto de 2007, Estevam seguiu para a prisão, enquanto Sonia começava a cumprir prisão domiciliar.

No dia 29 de dezembro, ele foi liberado. Em 21 de janeiro de 2008, a bispa seguiu para o regime fechado. Ela foi libertada no dia 7 de junho do mesmo ano. A razão dessa sentença seria manter pelo menos um deles em casa para cuidar dos filhos.

Além da prisão, cada um pagou uma multa de US$ 30 mil à Justiça americana. Eles também tiveram que cumprir dois anos de liberdade vigiada contados a partir da data da divulgação da sentença do juiz americano, dia 17 de agosto. Por isso, só poderiam deixar o país com autorização judicial.

Foto:Kaká usa capacete em culto pela reconstrução da Renascer

Foto: Antônio Milena/ AE

O jogador Kaká participa nesta segunda-feira (7) do lançamento da pedra fundamental da reconstrução da sede da Igreja Renascer em Cristo, no Cambuci. (Foto: Antônio Milena/ AE)

G1-O jogador Kaká colocou capacete de engenharia civil para participar, nesta segunda-feira (7), da cerimônia de lançamento da pedra fundamental da reconstrução da Igreja Renascer, no Cambuci, destruída por um desabamento em 18 de janeiro deste ano.

Renascer prevê que reconstrução do templo fique pronta em 2010


Cerimônia nesta segunda (7) marcou início das obras. Fiéis fizeram fila para tirar foto com tijolo e pá de cimento.

Destruído por um desabamento em 18 de janeiro deste ano, a sede internacional da Igreja Renascer em Cristo localizada no Cambuci deverá ser reconstruída até o final de 2010, de acordo com a assessoria da igreja.

Nesta segunda-feira (7), o casal Hernandes e o jogador Kaká participaram da cerimônia que marcou a reconstrução do local, com participação de mais de mil fiéis.

Eles fizeram fila para tirar fotos segurando o tijolo e a pá de cimento que simbolizam a reconstrução do prédio. A cerimônia ocorreu ao ar livre, em meio às paredes que ainda apresentam sinais do desabamento.

A assessoria da igreja informou que a ainda faltam autorizações oficiais para que a obra seja iniciada.

A festa marcou a primeira aparição pública dos bispos Estevam e Sônia Hernandes desde o retorno deles dos Estados Unidos.

Segundo a assessoria, é a primeira vez que o casal volta ao lugar do acidente. Durante a queda do templo, eles estavam detidos nos EUA por suspeita de crime de sonegação fiscal.

Retornaram 15 dias antes do término do cumprimento da prisão em solo norte-americano, em 1º de agosto.

Segundo a assessoria, as autoridades estrangeiras liberam o casal para cuidar do filho de 30 anos, que tembém é bispo e está internado em estado grave após ter se submetido a uma cirurgia.

Fiéis se reúnem para comemorar início da reconstrução do templo da Renascer


Cerca de mil seguidores dos Hernandes foram ao Cambuci, em SP.
Jogador Kaká, suspenso, acompanhou casal nesta segunda (7).


Cerca de mil fiéis se reuniram na manhã desta segunda-feira (7) no local onde funcionava a sede internacional da Igreja Renascer em Cristo, no Cambuci, na Zona Sul de São Paulo.

Os devotos foram comemorar a liberação de uma alvará para a reconstrução do templo, destruído após o teto do imóvel desabar, matar nove pessoas e ferir outras 106 em 18 de janeiro deste ano.

O casal Hernandes, fundador da igreja, e o jogador Kaká, um dos discípulos mais famosos dos evangélicos, participam do evento na “cerimônia de lançamento da pedra fundamental da nova sede da Igreja Renascer em Cristo”.

A Renascer propôs mudanças na nova planta do prédio, mas a Prefeitura de São Paulo pede que a reconstrução obedeça à planta original.


Inquérito da Polícia Civil sobre o desabamento do teto concluiu que a igreja teve conduta negligente na manutenção do templo. Sete casas vizinhas ao imóvel que haviam sido interditadas foram liberadas.

Kaká visita futura sede da renascer

Casal Hernandes e Kaká participam de evento onde templo da Renascer desabou.Bispos Estevam e Sônia foram abençoar pedra fundamental no Cambuci. ogador Kaká, suspenso, acompanhou casal em SP nesta segunda (7).

O casal Hernandes, fundador da Igreja Renascer em Cristo, e o jogador Kaká, um dos discípulos mais famosos dos evangélicos, participam nesta segunda-feira ( 7) de um evento aberto aos fiéis no local onde desabou o teto do templo, no Cambuci, na região central de São Paulo.

De acordo com a assessoria de imprensa da Renascer, os bispos Estevam e Sônia Hernandes mais o craque da seleção brasileira estão na “cerimônia de lançamento da pedra fundamental da nova sede da Igreja Renascer em Cristo”.

A ideia é que seja dada a largada para a reconstrução da sede internacional da igreja, destruída em 18 de janeiro deste ano.

Mortos e feridos

Naquela ocasião, o telhado caiu, matando nove fiéis e ferindo outras 106 pessoas. Laudo da Polícia Técnico Científica apontou falha de manutenção na estrutura do imóvel, que era a sede internacional da Renascer.

Depois da tragédia, a sede funciona provisoriamente na Mooca, na Zona Leste da capital. A assessoria da igreja informa que a manutenção foi feita por pessoas que não seriam ligadas a Renascer.

Segundo a assessoria, é a primeira vez que o casal volta ao lugar do acidente. Durante a queda do templo, eles estavam detidos nos EUA por suspeita de crime de sonegação fiscal.

Retornaram 15 dias antes do término do cumprimento da prisão em solo norte-americano, em 1º de agosto. Segundo a assessoria, as autoridades estrangeiras liberam o casal para cuidar do filho de 30 anos, que também é bispo e está internado em estado grave após ter se submetido a uma cirurgia.

A assessoria da igreja informou que o casal não daria entrevistas. O jogador Kaká, que participou no sábado (5) da vitória brasileira sobre a Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, está suspenso do próximo jogo da seleção por conta de mais um cartão amarelo que recebeu na partida em Rosário Central.

O Globo: Ministério Público retomará processo contra Estevam e Sônia Hernandes

O Ministério Público Estadual (MPE) vai retomar o processo por sonegação fiscal contra Estevam Hernandes e Sônia Hernandes, fundadores da Igreja Apostólica Renascer em Cristo.

O caso será conduzido dentro do MPE pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão a formação de Cartel e a Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos, o Gedec. Segundo o MPE, o processo contra o casal Hernandes estava suspenso porque os fundadores da Renascer estavam presos nos Estados Unidos, cumprindo pena.


Os líderes da Renascer desembarcaram no último sábado em São Paulo . No mesmo dia, eles participaram de um culto no ginásio do Ibirapuera. O retorno ao Brasil foi antecipado em 15 dias, com autorização da Justiça americana, por problemas de saúde na família - o filho do casal está internado, com problems gastrointestinais. O apóstolo e a bispa estavam presos em Miami, nos Estados Unidos, depois que foram flagrados entrando no país, em janeiro de 2007, com dólares não declarados, escondidos dentro de uma bíblia.

A justiça americana condenou o casal a 10 meses de detenção - cinco em regime fechado e cinco em prisão domiciliar por contrabando de dinheiro, segundo decisão do juiz Federico Moreno do Tribunal Federal do Sul da Flórida.

Eles cumpriram pena de forma intercalada - enquanto ele esteve na cadeia, Sônia ficou em casa.

O revezamento foi adotado para que um deles ficasse em casa para cuidar dos filhos. A Justiça determinou ainda mais dois anos de liberdade vigiada após o cumprimento da pena, contados a partir do dia 17 de agosto de 2007.

Cada um também teve que pagar uma multa de US$ 30 mil à Justiça americana. Os dois foram presos no dia 9 de janeiro no aeroporto de Miami depois de passasr na alfândega com US$ 56,5 mil, apesar de terem declarado apenas US$ 10 mil.

Os líderes da igreja ficaram presos durante dez dias, pagaram fiança e conseguiram liberdade assistida, monitorada pela polícia por tornozeleiras eletrônicas.
© 2008-2021 Gospel Channel Brasil
Criado por templateszoo